Líder que levaria 300 caminhões para fechar STF está internado com Covid-19

Edmed Notícias 11/05/2020 Relatar Quero comentar

Um dos líderes do grupo da extrema direita bolsonarista que está acampado em Brasília, pregando intervenção militar, foi internado na UTI após se infectar com coronavírus.

A informação é de um de seus colegas do acampamento, o militar da reserva Paulo Felipe,

conhecido como “Comandante Paulo”.

Em vídeo, Paulo havia afirmado que 300 caminhões se encontravam a caminho de Brasília e chegariam na sexta feira (8). De acordo com ele, o grupo buscava dar“cabo dessa patifaria que está estabelecida no nosso país há 35 anos por aquela casa maldita ali, Supremo Tribunal Federal, com 11 gangsters”. O comboio, no entanto, não apareceu.

Foi Paulo quem afirmou a nossa reportagem que o  "comandante”do grupo está internado.

“Eu não vou te dar muitas informações porque o autor do comboio, o comandante do comboio está debilitado. Ele pegou covid-19, estava na UTI, estou aguardando ele me dar retorno sobre isso e ele é que está no comando dessa operação. Eu divulguei pra ele, porque eu divulgo vídeos quase que diariamente, ele me contactou e pediu para que eu divulgasse, aproveitasse a minha evidência nas redes sociais e divulgasse pra ele”, afirmou, sem citar o nome do líder do grupo.

O grupo bolsonarista entra em contradição apoiando as declarações do presidente sobre ser "somente uma gripezinha", e mesmo com integrantes do grupo adoencendo, eles não desistem das manifestações em desfavor do isolamento. 

Comentário do usuário