Drag negra diz que já sugeriram que ela fizesse show vestida de escrava

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Amélia 23/06/2020 Relatar Quero comentar

A drag queen Shea Coulée, que já participou de temporadas de "RuPaul's Drag Race" e seu spin-off "All Stars", contou que um colega em uma casa noturna de Chicago (EUA) certa vez fez uma "piada" dizendo que ela deveria se vestir de escrava para um show. Shea participou de uma transmissão no aplicativo Twitch em que algumas drags de Chicago discutiram o tema do racismo na comunidade. Além de Shea, uma das outras participantes era a drag T Rex, que foi quem fez a "brincadeira" alguns anos atrás.

"Você fez uma piada, dizendo que para o Mês da História Negra [comemorado em fevereiro nos EUA] seria engraçado se nós apresentássemos 'Slave 4 U', de Britney Spears, comigo vestida de escrava e todos vocês me chicoteando. Lembra disso?", questionou Shae.

"Lembro", admitiu a colega. A ex-"RuPaul's Drag Race" disse que a experiência "ficou com ela por muito tempo", e ainda acusou T Rex de impedir que ela encontrasse trabalho em outros lugares, antes de sua participação no reality show.

"Você achava que eu era ousada demais, ou algo assim, e usava isso para me diminuir. Foi difícil encontrar trabalho, porque você não deixava. Você atacou a minha forma de ganhar a vida, e isso é um tipo de violência", comentou ela.

Após o vídeo do momento viralizar nas redes sociais, um bar LGBTQ+ em Chicago chamado Roscoe's Tavern rescindiu o seu contrato com T Rex. "Queremos trabalhar (...) com a comunidade queer negra para ter certeza que todos os artistas da Roscoe's Tavern são tratados de forma justa", escreveram. 

Comentário do usuário
Você pode gostar