Bolsonaro contra-ataca o lockdown: Não dá certo!

MarcoBoalsato 16/05/2020 Relatar Quero comentar

Em seu perfil no facebook, o presidente Jair Bolsonaro, falou novamente sobre a paralização geral, medida adotada visando combater o coronavírus, conhecida por lockdown. Para ele, "esta medida não funciona", falou fazendo comparações do Brasil com a Suécia, que tem alto número de mortes por não tomar  medidas de restrição.

"Não dá  certo, e não deu certo em lugar algum do mundo. A Suécia está bem com sua economia. Se morrem 100 pessoas aqui e 100 no Uruguai há uma diferença enorme. Lá a população é 30 ou 40 vezes menor que a nossa", disse.

Vale destacar, porém, que Bolsonaro havia tentado comparar, pela manhã, o número de mortes causadas pela covid-19 no Brasil e na Argentina; ele disse que bastava "fazer a conta por milhões de habitantes", mas os argentinos também têm menos óbitos neste critério. Desta vez, ele usou o Uruguai e a Suécia como exemplos.

Novamente fez menção ao uso da cloroquina

Mais uma vez o presidente falou da cloroquina defendendo o seu uso para  tratamento da covid-19 e disse que daria para a própria mãe caso estivesse com a infecção.

Acerca do medicamento também afirmou ter conversado com Nelson Teich, ministro da Saúde, para rever o atual protocolo em vigor porque a cloroquina é recomendada pelo Conselho Nacional de Medicina. "Meus irmãos já sabem o que eu penso. Vamos partir para a cloroquina imediatamente, não tem de esperar. Minha mãe está bastante idosa, mas quero que ela viva mais uns 50 anos", Afirmou.

Comentário do usuário