Flamengo fecha acordo com mais uma família de vítima do incêndio no Ninho

Dany 27/07/2020 Relatar Quero comentar

Nesta segunda-feira (27), o Flamengo entrou em acordo com a família de Samuel Thomas, uma das vítimas do incêndio no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Samuel foi uma das dez vítimas fatais da tragédia que ocorreu em fevereiro de 2019.  O clube concluiu a indenização com os representantes legais através da Defensoria Pública do Rio de Janeiro.

O Flamengo se manifestou oficialmente por meio de Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral do clube. O dirigente fez uma publicação na rede social confirmando o acordo: “É verdade. Fechamos com mais uma família. Contudo, nos foi pedida máxima discrição. Portanto, em respeito à família não passarei maiores informações. Nosso compromisso é trabalhar com respeito máximo e a seriedade que esse assunto demanda.”

O Flamengo se manifestou oficialmente por meio de Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral do clube. O dirigente fez uma publicação na rede social confirmando o acordo: “É verdade. Fechamos com mais uma família. Contudo, nos foi pedida máxima discrição. Portanto, em respeito à família não passarei maiores informações. Nosso compromisso é trabalhar com respeito máximo e a seriedade que esse assunto demanda.”

As negociações são definidas diante de cláusulas de confidencialidade absoluta. Na semana passada, o clube acertou o acordo com a família de . Com os últimos dois acordos, o Mais Querido ainda precisa acertar com as famílias de Arthur Vinicius, Christian Esmerio, Pablo Henrique e Rykelmo – a mãe, a única ação na justiça com pedido de R$ 6,9 milhões.

O trágico incêndio está perto de completar um ano e meio.  Vale destacar que o Flamengo indicou às famílias que a oferta financeira seria a mesma para todas. Além dos dez mortos, três atletas ficaram internados, mas após isso já estão em atividade pelo clube.

Comentário do usuário
Você pode gostar