PM impede manifestação e prende líder bolsonarista em Niterói

TOP NOTÍCIAS 17/05/2020 Relatar Quero comentar

A Polícia Militar, cumprindo determinação da Justiça, que proibiu aglomerações na cidade em ação movida pelo Ministério Público, impediu a realização de uma carreata na manhã deste domingo (17), na orla de Niterói. O organizador Douglas Gomes, apoiador do presidente Jair Bolsonaro e candidato declarado a vereador, foi preso e conduzido à 76a DP, em Jurujuba, onde foi autuado por crime de descumprimento de medida sanitária preventiva.

Douglas teve que ser imobilizado por homens do 12o BPM e da Recom (Rondas Especiais e Controle de Multidões), que formaram um bloqueio na Avenida Prof. Silvio Picanço, em Charitas, onde se concentraram cerca de 50 veículos para sair em carreata. Muito transtornado, debatendo-se e repetindo como que um mantra contra os PMs, ele foi conduzido a força por ser recusar a entrar na viatura policial, que o levou para a delegacia, onde continuava preso até o fechamento desta matéria.

Esta, porém, não é a primeira vez que Douglas é preso. Ele já havia sido autuado por convocar protestos anti-isolamento em frente à prefeitura de Niterói e condenado a pagar multa de R$ 50 mil, em decisão obtida pela promotoria.

Este é o primeiro caso de prisão ocorrido na cidade desde a decretação, pelo prefeito Rodrigo Neves, da ordem de lockdown, há mais de uma semana.

Comentário do usuário